Robert De Niro é processado por assédio e discriminação de gênero


© Divulgação


Graham Chase Robinson está processando Robert De Niro por assédio e discriminação de gênero. NO processo, a antiga funcionária diz que o ator a tratava de maneira “hostil, abusiva e intimidadora”.





VOCÊ VIU? Joelma comenta situação atual de Ximbinha: “É de dar dó”

Ex-vocalista do Timbalada se pronuncia após flagra na rua

Filho acusa Alex Escobar de abuso e ameaça suicídio

Phellipe Haagensen tenta justificar assédio: “Estava carente”

A defesa da moça, de 25 anos, divulgou um áudio ao “TMZ” em que é possível confirmar a maneira com a qual o veterano tratava sua secretária executiva.

Além disso, o artista teria feito comentários com conteúdo sexual, ‘brincando’ com sua receita de Viagra, pedindo para que a mulher o “imaginasse no banheiro”. Outra acusação é que ela recebia tarefas “estereotipadas para mulheres”.

Vale lembrar que a funcionária é a mesma que De Niro processou por supostamente ter assistido a 55 episódios de “Friends” durante o expediente. Ela também teria utilizado o cartão da empresa para gastos pessoais.