Roberta Miranda é condenada a indenizar segurança de Gusttavo Lima


© Instagram


Roberta Miranda terá de pagar R$ 10 mil a Paulo Sérgio de Matos, segurança de Gusttavo Lima, por decisão Judicial. A cantora foi condenada a indenizar o profissional por ofensas publicadas no Instagram, em 2019.

LEIA TAMBÉM: MC VK, que viu a morte de MC Kevin, se defende de acusações: “Calúnias”

Música preferida de MC Kevin cita queda do 5º andar; veja vídeo

Anitta explica por que proíbe celulares em suas festas

Há 30 anos, “Carrossel” estreava no SBT; veja antes e depois

Isso porque, de acordo com o juiz Eduardo Walmory Sanches, do 2º Juizado Especial Cível da comarca de Aparecida de Goiânia, em Goiás, “houve ofensa à honra objetiva do reclamante, com alcance de milhares de pessoas, já que foram utilizadas palavras humilhantes”, segundo o “Uol”.

O magistrado ainda destacou que a postura da sertaneja foi errada e afetou a integridade do segurança. “É inegável o erro de conduta da reclamada e a atitude ilícita, já que violou a integridade moral do reclamante, ultrapassando a seara do mero dissabor ou aborrecimento, não se vislumbrando em culpa concorrente, já que a parte reclamada não conseguiu comprovar a ofensa e agressividade perpetradas pelo reclamante.”

A confusão toda aconteceu em outubro de 2019. Roberta Miranda usou suas redes sociais para dizer que foi tratada de forma bastante rude por Paulo Sérgio de Matos ao tentar visitar o camarim de Gusttavo Lima.

Irritada, a cantora desabafou na ocasião: “Bom, galera, tentando assimilar, tentando digerir essa me%$@ toda que aconteceu com o segurança do Gusttavo Lima. Esse cara é asqueroso, esse cara não tem educação. Você, Paulão, não tem educação. Você é um forte candidato a levar chifre das mulheres, porque homem tem que ser educado, delicado, entendeu? Tem que ter elegância, e você não teve”.