Robinho recorrerá após condenação por violência sexual


© Instagram


Após ser condenado a nove anos de prisão na Itália por violência sexual, Robinho resolveu se pronunciar sobre o assunto. Em nota divulgada em seu Instagram, na tarde desta quinta-feira (23), representantes negaram a participação do jogador de futebol no ato.





VOCÊ VIU? Veja os detalhes do casamento de Tralli e Ticiane Pinheiro

Nasce o nono neto de Silvio Santos em São Paulo

Anitta sobre casamento com Thiago Magalhães: “Estou feliz”

Após mais de 30 anos, Malu Mader pode perder vaga na Globo

“Sobre a notícia envolvendo o atacante Robinho, em um fato ocorrido há alguns anos, esclarecemos que ele já se defendeu das acusações, afirmando não ter qualquer participação no episódio”, garantiram.

O jogador ainda afirmou que vai tomar as providências cabíveis e que vai recorrer da condenação. “Todas as providências legais já estão sendo tomadas acerca desta decisão em primeira instância.”

Segundo o jornalista Leo Dias, além do craque, outras cinco pessoas estariam envolvidas na cena de violência contra uma mulher albanesa, que tinha 22 anos na época, em uma boate de Milão, em janeiro de 2013.



Após a divulgação da sentença, o atleta bloqueou os comentários em suas redes sociais, impedindo que os internautas escrevam em suas publicações.



Vale lembra que Robinho já esteve envolvido em um episódio semelhante, em 2009, ano em que atuava pelo Manchester City. Na ocasião, o atleta teria abusado sexualmente de uma jovem em uma boate em Leeds, cidade que fica ao norte de Londres, Inglaterra.

Robinho chegou a ser levado pela polícia para prestar esclarecimentos, mas foi liberado posteriormente.