Ronnie Von revela que pediu eutanásia ao ser diagnosticado com grave doença no auge do sucesso: “Eu não tinha cura”


© AgNews


Ronnie Von fez revelações polêmicas sobre a época em que foi diagnosticado com polineurite plurirradicular (uma doença que afeta o sistema nervoso periférico), no auge de seu sucesso como o “príncipe” da Jovem Guarda.

Aos 71 anos de idade, o apresentador do “Todo Seu”, da Gazeta, disse que chegou a pedir eutanásia – procedimento no qual os médicos dão uma injeção no paciente para acelerar a morte – para evitar mais sofrimento.

“Fui para o hospital e depois para casa, pois os médicos disseram: ‘Levem ele para casa, porque não há mais o que fazer’… Achei que fosse morrer e pedi até eutanásia. Pedi em casa. Perguntei ao enfermeiro se ele acreditava em Deus. Falei que eu não tinha cura, que meu caso era sério e pedi que aplicasse uma injeção em mim”, revelou em entrevista à revista “Playboy”.

Eterno ídolo da Jovem Guarda, o artista também comentou a respeito do início de sua vida sexual. Ronnie entregou que perdeu a virgindade aos 12 anos de idade.

“Tive um envolvimento com a babá da minha prima. Fui praticamente seduzido. Ela já tinha certa idade, e eu não sabia nada. Por isso, quando as pessoas perguntam como foi minha primeira vez, digo que foi péssima”, completou.



Close sidebar