Sinead O’Connor é internada em clínica de reabilitação após sofrer overdose


© Facebook


Sinead O’Connor foi internada em uma clínica de reabilitação em Dublin, na Irlanda, após quase sofrer uma overdose. No último fim de semana, a cantora chegou a anunciar, por meio de uma carta em seu Facebook, que se mataria em poucos dias.

Veja também:

George Michael está em reabilitação contra o vício de crack, diz jornal

No post, a cantora disse que não estava em casa, insinuou que não estaria mais viva quando lessem a mensagem e responsabilizou a família pelo suposto suicídio. A artista, de 48 anos de idade, ainda fez referência a uma recente cirurgia para a retirada do útero e ovários, e alega que desde então vem sendo tratada de forma cruel por seus familiares.

“É simplesmente demais para qualquer mulher suportar. O que foi feito para mim esta semana foi uma crueldade terrível. Pelo meu marido, minha família, meu filho, Jake […] pela namorada do meu filho, seus amigos […] Depois de tudo que tenho suportado, fui forçada por passar por isso sozinha. E punida por ter que passar isso desde que fiz a cirurgia no dia 26 de agosto”, iniciou.

Sinead ainda afirmou que o filho precisa de apoio psicológico, mas o pai não a deixa vê-lo: “Essa semana me quebrou. A retirados dos meus bebês sem qualquer razão sólida por seus pais […] e o resto da minha família, é um conjunto terrível de traições. E isso tem acontecido desde que fiz minha cirurgia. As duas últimas noites acabaram comigo. Eu tive uma overdose. Não existe outra forma de ganhar o respeito. Eu não estou em casa. Estou em um hotel, em algum lugar da Irlanda, com outro nome”.

A famosa também tentou explicar o motivo do desabafo na web. “Se eu não estivesse postando isso, meus filhos e minha família nunca iria descobrir. Estava morta, já que ninguém se importa comigo. Porque, aparentemente, eu sou um lixo e mereço ser abandonada e tratada como mer**, justo no momento que tiraram meu útero e ovário e minhas crianças estão doentes. Eu sou uma mãe e pessoa tão terrível que estou sozinha. Rolando em lágrimas há semanas. E eles me disseram para eu me f****. Eu sou invisível. Eu não sirvo para nada.”

Sinead encerrou a carta se despedindo da família, dizendo que não era valorizada como deveria.

“Eles não saberiam que eu estava morta por semanas se eu não estivesse os avisando agora. Bom trabalho, pessoal. Vocês finalmente se livraram de mim. Desculpe se a ficha não caiu mais cedo. Eu sou uma idiota. Quando vocês me tiraram meus bebês vocês planejavam que eu perderia minha cabeça? Foi a tacada final? Como vocês vão explicar que eu morri? Contem a verdade”, finalizou.

Apesar do desabafo, a cantora teria sido encontrada em um hotel e está sendo tratada por médicos, segundo o site “TMZ”.

Sinead tem quatro filhos: Jake, Roisin, Shane e Yeshua – de 28, 19, 11 e 8 anos, respectivamente.



Close sidebar