Taylor Swift processa radialista por suposto assédio sexual


© Divulgação


Taylor Swift entrou com um processo contra o radialista David Mueller por assédio sexual. A cantora alegou que, em 2013, o jornalista levantou sua saia e apalpou seu bumbum durante um evento organizado por uma rádio, nos Estados Unidos.

A loira alegou que resolveu acionar a Justiça para servir de exemplos para as mulheres que sofrem com situações humilhantes no cotidiano.

“A resolução desse processo vai demonstrar que Mueller fez o ato de humilhação e conduta errônea contra Swift e isso servirá de exemplo para outras mulheres que continuam caladas quando passam por atos como este”, disse o representante da artista ao site “Radar Online”.

Recentemente, Mueller entrou na Justiça contra Taylor alegando que foi demitido do seu trabalho por causa de acusações falsas da equipe da famosa.

O âncora alegou que tinha apenas tirado fotos com a artista no evento e que um colega de trabalho inventou o boato de que ele teria apertado o bumbum dela.



Close sidebar