Tiago Abravanel comenta forma física para interpretar Snoopy: “Não posso fingir que não estou acima do peso”


  • © Leo Franco / AgNews
  • © Luciano Santos / Talentmix
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews
  • © Leo Franco / AgNews


A partir do próximo sábado (5), Tiago Abravanel dividirá seu tempo entre as gravações de “Chapa Quente”, da Globo, os shows do “Baile do Abrava” e as apresentações de “Meu Amigo Charlie Brown”, em São Paulo – musical em que dará vida ao famoso cachorrinho Snoopy.





Veja também:

“Você não nasceu para ser artista”, dispara Silvio Santos para filha, Silvia Abravanel

Multifacetado, o artista está feliz da vida com o projeto, que representa seu retorno aos palcos depois do sucesso em “Tim Maia – O Musical”, que o consagrou como ator.

“Estou em uma loucura, gravando… E voltar para o palco depois de dois anos é uma delícia. A Mari [Mariana Elizabetsky, colega de elenco no espetáculo] me falou uma coisa que vou levar para a minha vida: ‘Você está voltando para casa, independente do que as pessoas vão enxergar ou achar’. E voltar é sempre bom”, disse em entrevista ao Famosidades.



Bem-humorado, o neto de Silvio Santos contou que pediu para interpretar o bichinho de estimação de Charlie Brown no espetáculo, pois se identificava com algumas características do animal.



“Quando o Lê [Leandro Luna, ator e idealizador do projeto] me convidou, tive a cara de pau de perguntar se eu podia fazer o Snoopy, porque o cachorro dorme e tenho essa identificação com comida [risos]. E apesar de ele ser bem humanizado, tem aquelas horas que ele tem de ser cachorro, ficar de quatro [risos]”, brincou.

Divertido, Abravanel ainda fez piada com o fato de estar um pouco acima do peso para encarnar Snoopy.

“A dificuldade de fazer um animal, apesar de ser tão humanizado – mesmo nos quadrinhos, andar de pé muitas vezes -, tem a minha questão física, o fato de eu ser uma pessoa acima do peso, vulgo gordinho [risos]. Não tem como esconder, o cachorro é gordo! Essa é a realidade. E, obviamente, que eu brinco com a minha situação física. Eu não posso fingir que não estou acima do peso. Mas, ao mesmo tempo, ele tem uma humanidade que o deixa mais leve. Está sendo divertido demais”, completou.

“Meu Amigo Charlie Brown” é de direção de Alonso Barros e também conta com Leandro Luna, Mariana Elizabetsky, Paula Capovilla, Guilherme Magon, Mateus Ribeiro, Tecca Ferreira e Douglas Tholedo no elenco.