Tratamento de Paulo Gustavo custa R$ 30 mil por dia


© Divulgação


Submetido à terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) – uma máquina capaz de agir como um pulmão e um coração artificiais para pacientes que estão com os órgãos comprometidos -, no último fim de semana, Paulo Gustavo segue em estado delicado em um hospital do Rio de Janeiro. Inovador, o tratamento adotado pela equipe que assiste o humorista tem um custo para lá de salgado: R$ 30 mil por dia.





LEIA TAMBÉM: Marido desabafa sobre estado de Paulo Gustavo: “A gente estava se cuidando muito”

Em “Amor”, Thelma confessa crimes após ser agredida por Lurdes

Juliette diz que não é respeitada no “BBB 21”: “Na cabeça deles, sou secundária”

Ex-BBB Cacau Colucci anuncia gravidez

À CNN Brasil, Ludmilla Hajjar, médica cardiologista, admitiu que, em virtude do alto preço, a terapia não é para todos. “Muita gente não tem a chance de ser tratada numa ótima estrutura, como Paulo Gustavo, nem tem chance de ter a ECMO, dispositivo relativamente caro”, disse.

A profissional da saúde também explicou como o equipamento funciona: “Tem dois objetivos: oxigenar e eliminar o gás carbônico do sangue e gerar repouso adequado ao paciente para que a gente recupere o pulmão”.

Vale lembrar que no último domingo (4), Thales Bretas, marido do famoso, afirmou estar confiante  na recuperação do amado e mandou um recado aos fãs do comediante, no “Fantástico”, da TV Globo.

Paulo Gustavo está internado desde o dia 13 de março em decorrência da Covid-19. No dia 21 de março precisou ser intubado na UTI. Já no sábado (3), passou a utilizar a ECMO.