Vera Fischer conta sobre batismo no Rio Ganges, na Índia


© Instagram


Vera Fischer, de 68 anos de idade, usou a sua rede social nesta quinta-feira (23) para contar como foi o seu batismo espiritual na Índia. A atriz estava na cidade de Varanasi, considerada a capital espiritual do país, quando resolveu fazer a cerimônia.





VOCÊ VIU? Leda Nagle vibra ao ver Zoe por ligação de vídeo

Recuperado da Covid-19, Mariano reencontra a mãe

Claudia Jimenez estará na próxima novela das sete da Globo

Marcio Garcia comemora as reprises de “Tamanho Família”

“Na Índia, em Varanasi, eu quis ser batizada no Rio Ganges, o rio mais poluído do mundo. A gente tem que se preparar às 5h da manhã, pegar um bote e fazer oferendas à Mother Ganga, com flores e velas e colocar tudo na água, até as velas apagarem”, explicou Vera.

“Usei uma roupa branca, com dois colares de sândalo: um do budismo, outro do hinduísmo. Na preparação, você repete várias vezes: “Om mani padme hüm” (quer dizer: “oh, a joia do lótus”)”, revelou.



Ela disse que pediu ao seu guia indiano para fazer o batismo. “Eu entrei no rio, mergulhei a cabeça, ao amanhecer. Lindo! Muitos fiéis estavam prestando atos religiosos e havia muitos místicos. Foi maravilhoso, até que pisei num vidro, no fundo da água, e saí com pé ensanguentado”, contou a atriz.



“Mas, fomos logo para um posto de saúde, onde me deram uma injeção antitetânica e puseram um emplastro, pra que eu pudesse andar o dia todo com o pé enfaixado. Deu tudo certo. Doeu um pouco, mas dois dias depois, eu já estava boa”, lembrou Vera.

“Fiquei superfeliz! Venci o rio mais poluído do mundo com uma fé incrível, e a fé nunca falha”, concluiu a loira.