Werner Schünemann revela que quase morreu para dar vida a pedófilo na TV


© Instagram


Werner Schünemann fez uma revelação para lá de surpreendente sobre seu trabalho. O ator contou que para dar vida ao pedófilo Saulo, de “Passione” (2010), teve uma crise de abstinência e chegou a correr risco de morte.





VOCÊ VIU? Bruna Marquezine se prepara para ‘operação descanso de imagem’

Neymar festeja aniversário do filho com Marquezine e a ex

Nada de descanso! Marina Ruy Barbosa terá apenas ‘mini-férias’ na Globo

Com depressão, Zé Mayer implora nova chance à TV Globo

“Eu queria me perder completamente, me ensopar de suor, e isso não acontecia porque os remédios fazem uma limitação química. Liguei para o médico e disse que iria cortar os remédios. Tirei e deu certo. Fiz coisas de uma loucura, psicopatia. Mas em um dia de gravação acabei parando na UTI [Unidade de Terapia Intensiva]”, detalhou ao “Notícias da TV”.



E destacou: “Poderia ter morrido ou ter tido um derrame”.

Apesar do risco, o artista não mostrou arrependimento: “Faria isso de novo em prol do meu trabalho”.

Para quem não lembra, o personagem de Schüneman era um monstro capaz de tudo. Desde aplicar golpes na própria mãe até estuprar uma garotinha de sete anos.

  • © Instagram

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003

  • © Instagram

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003

  • © Divulgação

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003

  • © TV Globo

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003

  • © TV Globo

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003

  • © Instagram

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003

  • © Instagram

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003

  • © Instagram

    Werner Schünemann já trabalhou como professor de História por três anos, na década de 1980. Na TV, o ator ganhou destaque e ficou famoso ao interpretar o general Bento Gonçalves, na minissérie “A Casa das Sete Mulheres”, em 2003