Wesley Safadão nega pedido para redução da pensão do filho


© Instagram


Wesley Safadão abriu o jogo a respeito da polêmica sobre a pensão alimentícia do primogênito, Yhudy. Em nota divulgada à imprensa, nesta terça-feira (19), o artista afirmou que sua intenção é apenas regularizar o valor de R$ 10 mil pago mensalmente ao filho, de 7 anos.

VOCÊ VIU? Após denúncias, Giselle Itié volta a postar fotos nua; veja

Nanda Costa assume namoro com mulher: “Meu amor”

Morre médium e apresentador Luiz Gasparetto, aos 68 anos

Isis Valverde é alvo de crítica: “Só assim para ter peito”

“Em nenhum momento o cantor entrou na Justiça para diminuir os valores pagos ao filho, pelo contrário, o pedido é para aumentar a oferta de benefícios e para que a juíza determine de maneira mais específica a forma como os recursos devem ser pagos e destinados, já que o objetivo é que essa quantia proporcione a manutenção e bem-estar da criança”, disse a assessoria em um dos trechos.

E acrescentou sobre a relação entre o músico e o herdeiro: “Wesley sempre faz tudo para estar perto do menino, inclusive em sua agenda de shows, aos domingos, sempre que possível, as apresentações acontecem mais cedo para que, no dia seguinte, ele possa tomar o café da manhã com os filhos e levá-los para a escola”.

Por fim, ressaltou que há questões judiciais a serem resolvidas. “Acima de tudo o que se espera e defenderá até o fim é que possa exercer seus direitos e deveres como pai, e que isso seja feito da forma correta, dentro dos parâmetros legais”, completou o comunicado.

Yhudi, vale lembrar, é fruto do antigo casamento de Safadão com Mileide Mihaile. O romance dos dois terminou sob os boatos de traição com a atual companheira, Thyane Dantas. Além do garotinho, o famoso também é pai de Ysis, de 3 anos, e espera pelo terceiro filho.

  • © Instagram
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram


Close sidebar