Com apoio do público, Gojira faz bom esquenta na noite do Metallica no Rock in Rio


© Márcio Cassol/ Famosidades


O Gojira abriu a noite do metal no Palco Mundo, neste sábado (19). Apesar de já ter história no rock, essa foi apenas a segunda apresentação da banda francesa em solo brasileiro. A primeira aconteceu há dois anos, em 2013. Porém, na cidade do Rio de Janeiro, foi o primeiro show dos rapazes. E o que se viu foi um público paciente e carismático com a banda.

A primeira música tocada pelos franceses foi “Ocean Planet”, que já mostro muita potência no som feito por eles, o que agradou ao público, até então um pouco tímido com o show. Na sequência foram apresentadas “The Axe”, “The Heaviest Matter of the Universe” e “Backbone”, que foi anunciada com entusiasmo pelo vocalista e guitarrista Joe Duplantier.

Entre uma canção e outra, o músico buscava interação com a plateia e agradecia os aplausos em português com o tradicional “muito obrigado”. “Love” foi a representante do primeiro álbum da banda francesa, intitulado “Terra Incognita”, que foi lançado em 2001.

Na sequência, a banda tocou “L’Enfant Sauvage”, música de mesmo nome do trabalho mais recente, lançado em 2012. Com a boa aceitação da plateia que aguardava o Metallica, Joe retribuiu todo o carinho recebido durante o show e correu para bem perto do público. Algo, inclusive, que o baixista Jean-Michel Labadie já havia feito um pouco antes.

Em seguida “Oroburus”, “Vacuity” e “Gift of Guilt” foram tocadas na reta final do show. Em dado momento, claro, Joe Duplantier não poderia deixar de elogiar os fãs, que colocaram a banda para cima: “Muito obrigado a todos vocês por nos ajudar nesta noite. Foi maravilhoso”.

O Gojira escolheu um bom setlist, mesclando as canções nos últimos discos. Além do “L’Enfant Sauvage”, que saiu há três anos, músicas do “The Way of All Flesh”, de 2008, teve dois trabalhos selecionados: “Oroburus” e “Vacuity”. “From Mars To Sirius”, de 2005, esteve representado por “Ocean Planet”, “Backbone” e “The Heaviest Matter of the Universe”.

Foi um bom esquenta para os metaleiros que estão desde o início da tarde pertinho da grade do Palco Mundo. Longe de ser considerado um dos melhores shows até aqui, o Gojira, ao menos, pode se orgulhar por ter seguido bem o roteiro para uma boa apresentação de metal e provavelmente será elogiado pelos fãs do Metallica.



Close sidebar