Com visto negado, MC Bin Laden diz que pensou em trocar nome


  • © TV Globo
  • © YouTube
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © TV Globo
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Facebook


Assunto na semana passada por ter sido barrado em sua viagem aos Estados Unidos, MC Bin Laden confessou que já pensou em trocar o nome artístico. Em entrevista ao “Fantástico”, da Globo, no último domingo (24), o cantor, no entanto, adiantou que não deve colocar o plano em ação tão em breve.





VOCÊ VIU? MC Bin Laden diz que não embarcou aos EUA por falta de exame

“Eu já pensei em trocar o nome. Só que quando eu penso em trocar o nome, penso que estou deixando todo o público que conquistei”, disse ele, que recentemente encerrou uma turnê pela Europa.

A identidade virou dúvida na vida do funkeiro porque foi uma das barreiras em sua entrevista no consulado americano, em São Paulo – ele tentou tirar um visto de trabalho para se apresentar no Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMA.

“Eles questionaram sobre o nome. Eu expliquei que era uma ideia de ficção”, lembrou. Além disso, os entrevistadores também questionaram sobre um de seus primeiros hits, intitulado “Bin Laden Não Morreu”: “Meus hits não são sobre Bin Laden. O nome não caracteriza meu estilo de trabalho hoje”.



Outro empecilho no processo foi a solicitação de um exame toxicológico de última hora. O MC explicou que não conseguiu agendar o procedimento na clínica indicada pelo consulado e acabou perdendo as passagens já compradas.



Questionado sobre o assunto, o famoso garantiu que, apesar de já ter usado drogas, está há um ano “limpo”. E, apesar de triste, fez piada com o sonho de visitar a terra do Tio Sam. “Um dia vou querer ir à Disney, encontrar a Rihanna, perguntar se ela está solteira…”, encerrou.