Empresária diz que Cauby Peixoto pediu que sua história fosse preservada antes de morrer


  • © Eduardo Martins / AgNews
  • © Eduardo Martins / AgNews
  • © Eduardo Martins / AgNews
  • © Eduardo Martins / AgNews
  • © Eduardo Martins / AgNews
  • © Eduardo Martins / AgNews
  • © MANUELA SCARPA/BRAZIL NEWS
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © AgNews
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © Manuela Scarpa/Brazil News
  • © AgNews
  • © AgNews


Cauby Peixoto manifestou a vontade de que a história de sua carreira fosse preservada antes de falecer, aos 85 anos, na último domingo (15).

VOCÊ VIU? Angela Maria pede para enterrar Cauby Peixoto em seu jazigo: “Não foi falta de opção”

“Sua história não pode morrer jamais. Ele foi um exemplo por ter chegado à idade dele ainda trabalhando, levando sua arte para o público”, disse a empresária Nancy Lara ao jornal “Extra”.

O músico tinha vontade de que um espaço fosse criado para expor o arquivo de seus 60 anos nos palcos.

“Os fãs também têm muito material guardado. Até o fim da vida dele, descobríamos coisas novas, até no exterior. Imagens e gravações raras. É um grande legado”, afirmou.



Close sidebar