Esbanjando qualidade e simpatia, Al Jarreau faz público dançar no Sunset


© Márcio Cassol/ Famosidades


Um dos maiores músicos dos Estados Unidos, o veterano Al Jarreau, de 75 anos, apresentou toda sua qualidade musical no Rock in Rio, no início da noite deste domingo (27), no Palco Sunset. Sentado em um banquinho, o carismático norte-americano cantou diversos sucessos e levantou o público com sua versão de “Your Song”, de Elton John.





Vale ressaltar que Jarreau, vencedor de sete Grammys, é o único cantor na história a ganhar em simplesmente três categorias diferentes: jazz, pop e R&B. Com quase 50 anos de carreira na música, o norte-americano esteve na primeira edição do festival, em 1985.

Muito carismático e brincalhão em cena, Jarreau começou seu show com “Black and Blues”, canção de 1983. Na sequência foram mais duas músicas: “Your Song”, um dos maiores sucessos do cantor britânico Elton John, e “Tell Me What I Gotta Do”, também dos anos 1980.

Em seguida, Al Jarreau falou um pouco sobre a bossa nova e demonstrou todo seu carinho com o gênero musical: “Estou tão feliz. Vocês [brasileiros] mudaram minha vida. No passado eu conheci a bossa nova e mudou minha vida”. Depois de citar alguns nomes de nossa música, o artista convidou Marcos Valle.

Antes de o show seguir, Marcos percebeu que não estava saindo o som de seu teclado e parou a apresentação para pedir ajuda. Com muita irreverência, Jarreau brincou com a situação e transformou em um episódio cômico. Olhando para um rapaz da produção, soltou: “O que você fez com o piano? Eu entendo. É a caipirinha”.

Com o amigo em cena, “Samba de Verão” ganhou performance irretocável com direito ao coro do público, que ainda se animou com o trecho cantado em inglês pelo músico estrangeiro. Ainda com o brasileiro no palco, os dois apresentaram a canção “Morning”, que faz parte do disco intitulado “Jarreau”, de 1983.

Já com a apresentação em sua reta final e sem Marcos no palco secundário, Jarreau cantou “Take Five”, música do fim dos anos 1970. Logo depois, esbanjando técnica vocal, fez algumas brincadeiras com a voz, arrancando aplausos. “Boogie Down” veio em seguida.

Encerrando sua segunda passagem pelo festival, Al Jarreau chamou Marcos Valle e ambos tocaram “Os Grilos”, canção do músico carioca, de 1967. “Roof Garden” veio em seguida. No fim, ainda disse: “Obrigado por me convidarem novamente e por manterem a bossa nova viva. Eu amo vocês”.

“Roof Garden” era para ser a última, mas rolou bis no fim e o show foi encerrado com “We’re In This Love Together”. Com seu carisma e a mistura entre jazz e bossa nova, Al Jarreau fez de sua apresentação um show dançante e ótimo aperitivo para os últimos shows da edição brasileira 2015 do Rock in Rio.