Ex-namorada denuncia rapper Md por agressão e ameaças


© Instagram


O rapper Gustavo Medeiros, conhecido como Md, foi acusado de agressão, ameaça de morte e até mesmo de pedofilia pela ex-namorada, Bruna Freitas, na última segunda-feira (30). De acordo com a moça, a violência ocorreu após ela curtir a foto de um internauta.





VOCÊ VIU? Kanye West terá capa de disco com foto do ‘assassino’ da mãe

Luan Santana será padrinho de casamento de Camila Queiroz

Fê Vasconcellos abandona papel para não se vincular à Record

Ex-BBB Gleici cobra cachê de R$ 20 mil por presenças VIP

“Uma pessoa que acha que é melhor que qualquer uma que é ‘menos famosa’ que ela não merece o amor nem o carinho de ninguém. E outra: mulher para ele é descartável. Então, se você se acha especial ou algo do tipo, pare para pensar”, detonou na web.

Em seguida, a jovem publicou prints dos últimos quatro meses, que mostram constantes ameaças do músico.

A ex-parceira chegou a contar que o artista, de 24 anos, ficava com meninas menores de idade e assegurou ter relatos de outras garotas afirmando terem sido agredidas por Gustavo.



Já o rapper usou sua rede social para se desculpar e se defender das acusações, nesta terça-feira (1). “Minha ex-namorada postou alguns prints com supostos insultos e ameaças feitos por mim. Quero registrar meu profundo respeito às mulheres e pedir desculpas a ela. Ocorre que, por vezes, nosso sentimento nos boicota trazendo outros que ultrapassam o razoável”, declarou.



E continuou: “As alegações de agressão e ameaça são a mais pura inverdade. Apesar de reconhecer meus erros, queria repetir que as minhas ameaças jamais se concretizaram ou se concretizarão”.