Família de Vinícius de Moraes desabafa sobre Olimpíada


  • © TV Globo
  • © Brasil News
  • © Facebook
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © AgNews
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Divulgação/Gshow
  • © AgNews
  • © TV Globo
  • © Instagram

A passagem de Gisele Bündchen pelo Maracanã durante a abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, na última sexta-feira (5), rendeu muitos elogios, mas também gerou polêmica. Não por causa da modelo, mas pela música escolhida para a ocasião.

VOCÊ VIU? “Fantástico” começa sem Poliana e Tadeu por causa de alarme

A loira se apresentou ao som de “Garota de Ipanema”, mas apenas um dos compositores da canção foi lembrado na festa: Tom Jobim. A família de Vinícius de Moraes ficou bastante chateada, apesar de não pensar em processar o Comitê Organizador.

“Tom Jobim merece todas as homenagens, a abertura foi linda demais, mas a mensagem que passaram ao mundo é que a música é só do Tom. Excluíram o Vinicius! Não queremos brigar, mas foi uma opção difícil de entender. Por que colocar só um deles? Por que privar o público dessa informação?”, desabafou Maria Gurjão de Moraes, caçula do artista, ao jornal “O Globo”.

A herdeira de Vinícius ainda comentou a declaração de Fernando Meirelles, que disse não ser “obrigado por lei a homenagear alguém”. “Não tem nada a ver com ele, era um acordo entre o Comitê e a família”, lembrou ela, que garantiu ter disponibilizado material sobre o pai para o evento.