Família não comentará boatos sobre morte de George Michael


  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Divulgação
  • © Facebook
  • © Divulgação


A família de George Michael tomou a decisão de não comentar sobre as especulações acerca da morte repentina do cantor, ocorrida em 25 de dezembro, em sua casa, em Oxfordshire, na Inglaterra.

VOCÊ VIU? Namorado diz que dormiu em carro antes da morte de George M.

Os parentes do astro, que tinha 53 anos de idade, acreditam que seria “inapropriado” comentar sobre o assunto antes das investigações serem concluídas.

“Nesta semana após a trágica morte dele, houve muitos comentários e especulações sobre George e as circunstâncias em torno de sua morte. Haverá inevitavelmente mais no futuro. A família continua devastada por essa perda e não tem o menor desejo de comentar sobre nenhuma especulação, seja no presente ou no futuro”, dizia comunicado enviado ao “Buzzfeed News”.

O decisão aconteceu depois que Fadi Fawaz, namorado do artista, afirmar em sua conta no Twitter, no mesmo dia da morte, que George teria se suicidado.

“A única coisa que George queria era morrer”, escreveu ele, complementando: “Ele tentou várias vezes se matar… E finalmente conseguiu”.

Fawaz, entretanto, alegou que teve sua conta no microblog hackeada.



Close sidebar