Família critica sermão de pastor no funeral de Aretha Franklin


© Divulgação


O sermão de Jasper Williams Jr. durante o funeral de Aretha Franklin não deixou a família da cantora nada feliz. O discurso do pastor, que aconteceu na última sexta-feira (31), teria ofendido os familiares da Rainha do Soul.

VOCÊ VIU? Família Camargo volta a entrar em guerra e filho critica Zilu

Aos 68 anos, Chiquinho Scarpa engata namoro com jovem de 25

Só de fio dental, Zilu Camargo arranca elogios na web; veja

Gusttavo Lima vai a festa de aniversário sem aliança

“Ele falou por 50 minutos e em nenhum momento a celebrou, fomos surpreendidos por essa postura muito, muito desagradável”, disse Vaughn Franklin, sobrinho da veterana, ao jornal “New York Post”.

Entre as declarações, o religioso chegou a dizer que uma mãe é incapaz de criar um filho sozinho. Acontece que a artista foi mãe solteira de quatro herdeiros.

Em resposta às críticas, o veterano se explicou: “Eu compreendo. Eu me arrependo, mas sinto muito que eles estejam se sentindo dessa forma. A essência do que eu queria dizer é que para mudarmos a América nós precisamos mudar a cultura negra da América. Pais precisam estar presentes em casa”.

Jasper também atacou o movimento Black Lives Matter durante o sermão, dizendo que “vidas negras não importam”. “Vidas negras não deverão importar enquanto pessoas negras não passarem a respeitar vidas negras e pararem de se matar”, justificou após a repercussão negativa.



Close sidebar