Gilberto Gil tem alta hospitalar adiada; quadro do cantor segue estável


© AgNews


Gilberto Gil teve sua alta do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, adiada. O cantor, que seria liberado pelos médicos na última quarta-feira (3), não foi autorizado a deixar a clínica para voltar ao Rio de Janeiro, onde mora.





Veja também:

Gilberto Gil permanece internado em SP

Apesar de apresentar um quadro estável, o músico seguirá em observação até, pelo menos, o próximo fim de semana, segundo o jornal “O Globo”.

O pai de Preta Gil foi internado por conta de um quadro de hipertensão arterial. O cardiologista Roberto Kalil Filho e o nefrologista Paulo Cesar Ayrosa Galvão, que estão cuidando do artista, ainda não sabem a causa do problema de Gil.



O veterano está internado desde o dia 25 de fevereiro. O compositor foi fazer exames de rotina e, durante a bateria de exames, foi detectado uma hipertensão arterial.



Porta-vozes do músico garantiram que a continuação da turnê “Dois amigos, meio século de música”, ao lado de Caetano Veloso, está mantida para abril. Os dois passarão pelos Estados Unidos, Europa e América Latina.