Gravadora de Rihanna retira paródia de Kéfera do ar e pensa em processá-la


© Divulgação


Após ser acusada de racismo, a paródia feita por Kéfera da música “Work”, de Rihanna, foi retirada do ar pela Warner, gravadora da popstar. A empresa alegou violação de direitos autorais.





Veja também

Após acusações de racismo em paródia de “Work”, Kéfera diz que namorado não fez maquiagem: “Ele é moreno”

A cantora e a gravadora, inclusive, pensaram em processar a jovem, já que o clipe teve muitos acessos, segundo o blog da jornalista Keila Jimenez.

Em seu Snapchat, a curitibana reclamou que a Warner não possuía fundamentos para retirar o material do YouTube, porque ela não estava lucrando com os cliques de internautas.



“A Warner, sem direito nenhum, reivindicou direitos autorais, sendo que nem monetizada a paródia estava”, disse.



A blogueira, inclusive, reclamou de o vídeo ter sido considerado racista por causa do suposto blackface – quando uma pessoa branca pinta o rosto de negro para um papel – feito por seu namorado no clipe.

“Vocês têm muita dificuldade em aceitar quando uma pessoa é bem-sucedida em alguma coisa. Tentam arranjar argumentos pra xingar e difamar, para tentar jogar a pessoa para baixo, tentar tirar um pouco do sucesso”, desabafou.