Homem que atirou em Christina Grimmie foi ao show para matá-la, diz polícia


  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


A polícia de Orlando afirmou que o atirador responsável pela morte de Christina Grimmie não era da Flórida, estado onde ocorreu o atentado, na madrugada deste sábado (11). O rapaz, que ainda não teve seu nome divulgado, teria viajado até Orlando com o intuito de matar a cantora. As autoridades desconfiam, inclusive, que o plano do homem era voltar para sua cidade de origem – que também não teve o nome revelado – após assassinar a famosa.

VOCÊ VIU? Christina Grimmie morre após ser baleada em show nos EUA

Participe da campanha #CaleoAssédio

Em entrevista à imprensa norte-americana, os investigadores contaram também que o assassino tinha 27 anos de idade e estava armado com dois revólveres e uma faca de caça. Agora, os detetives estão à procura do telefone do tal homem e de seu computador para enteder o que o levou a cometer o atentado.

Além da ex-participante do “The Voice”, que morreu horas após o crime, outras duas pessoas foram ficaram feridas. Após disparar os tiros, o rapaz se matou.

A artista tinha acabado de fazer o show de abertura para a banda Before You Exit quando foi atacada pelo rapaz.

“Ela estava atendendo alguns fãs quando um homem carregando duas pistolas abriu fogo para todos os lados e atirou em Grimmie”, contou Wanda Miglio, porta-voz da polícia de Orlando.

Grimmie participou da 6ª temporada da edição norte-americana do reality show musical, em 2014, integrou o time do cantor Adam Levine e ficou em terceiro lugar na competição.



Close sidebar