Jorge Vercillo revela experiência extraterreste: “Doido”


© Instagram


Jorge Vercillo resolveu falar sobre as experiências extraterrestres pelas quais já passou durante entrevista ao “Programa do Porchat”, da Record, na ultima terça-feira (12). O cantor contou como foi o contato com esses seres de outros planetas e ainda comentou sobre a evolução humana.

VOCÊ VIU? Geraldo Luis engata namoro com bailarina do “Domingo Show”

Day McCarthy foi presa por prostituição, segundo polícia

“História de amor”, avalia Túlio sobre namoro com Fátima

Gravação de especial de Rodrigo Faro termina em agressão

“Para ver um ET, se olha no espelho. Já gostava de ufologia e fiquei doido. Tenho certeza que o ser humano, o homo sapiens, não é originário da Terra. Não existe o elo entre o homo erectus e o sapiens”, garantiu.

E continuou: “Não vi disco voador, mas temos visto eu, minha família e amigos bolas de luzes frequentemente em minha casa. São segundos. A primeira vez foi de madrugada, estava na minha varanda, olhando e vi uma bola dourada passando. Ela passa para outra casa e some”.

O músico destacou que não teve contato com os seres por só uma vez. “Na noite seguinte, nosso grupo de amigos falava sobre o assunto e apareceu a bola no meio do campo. Ela vem, começa a andar, desce e some. […] Mas, todas as vezes que apareceu na minha casa, não tinha nenhuma nuvem, nenhuma eletrostática. Tem quem ache que também é um ser, uma força da natureza, só que extrafísico, não da mesma densidade que nós.”

Vercillo ainda explicou que as visões são reais, e não fruto de alucinógenos: “Não fumo, não bebo, não uso droga. A coisa mais louca que existe é a realidade. A gente está em uma bola de pedra que abriga milhares de vidas. Então isso é muito maior que tomar um ácido”.



Close sidebar