Kendrick Lamar é processado por suposta cópia de canção de Bill Withers


  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © Divulgação
  • © Instagram
  • © AP
  • © Bridow / FRAME
  • © d
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação
  • © Divulgação


Kendrick Lamar está passando por um momento polêmico. Na última quinta-feira (14), o rapper norte-americano foi processado por um suposto plágio, já que teria copiado sem permissão a canção “Don’t You Want to Stay” (1975), de Bill Withers, na faixa “I do This”.

Veja também:

Robert Plant e Jimmy Page enfrentam audiência por suposto plágio em “Stairway to Heaven”

Segundo a ação judicial que foi apresentada a uma corte federal da cidade de Los Angeles, o famoso colocou em sua letra uma “cópia direta e completa” da obra da década de 1970 para criar seu hit, cometendo assim, uma infração dos direitos autorais.

Detentoras do direito autoral da música, a Golden Withers e Musidex Music foram as responsáveis pelo processo contra o rapper. O artista, por sua vez, teria admitido ter copiado como uma atitude debochada.

O último álbum de Kendrick, “Untitled Unmastered” alcançou o topo da parada de discos da prestigiada Billboard 200 há dois meses.



Close sidebar