Maroon 5 não arrisca em novas canções e apresenta repertório ‘batido’ em 1º show em SP


  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News
  • © Manuela Scarpa e Rafael Cusato/Brazil News


Os integrantes da banda Maroon 5 lotaram o estádio Allianz Parque, em São Paulo, na noite da última quinta-feira (17), para apresentação do primeiro show da turnê “V” na capital paulista. Apesar de empolgar 45 mil pessoas do início ao fim da apresentação, o grupo americano optou por não arriscar um novo repertório, apostando na performance de 16 baladas famosas, entre elas “This Love”, “She Will Be Loved”, “Moves Like Jagger” e “Sugar”.





Veja também:

Adam Levine se diverte em balada em São Paulo

Adam Levine e Behati Prinsloo serão pais pela primeira vez

A primeira, aliás, contou com uma ajudinha do público, que não decepcionou e cantou à capela as estrofes iniciais. A euforia das fãs do vocalista do grupo, Adam Levine, também chamou atenção durante o show. Mesmo depois de o cantor desafinar algumas vezes ao tentar atingir notas agudas demais, as admiradoras do bonitão só queriam saber de elogiá-lo por seu cabelo platinado e pelas tatuagens espalhadas por seu corpo. Durante uma hora e meia de show, as tietes seguiram gritando em favor do artista.

O carisma de Levine, inclusive, levou o show do Maroon 5 nas costas mais uma vez. Performático, o músico cantou, dançou, fez solo de guitarra – que estremeceu o estádio -, sensualizou com a plateia, tirou a camisa e não poupou elogios aos fãs brasileiros.



Por diversas vezes, o jurado do reality show “The Voice” agradeceu o carinho do público e, ao notar a reciprocidade, lembrou que a noite era especial por estar comemorando – com poucas horinhas de antecedência – seu aniversário de 37 anos de idade, celebrado nesta sexta-feira (18). Logo após o anúncio da novidade, os admiradores de Adam soltaram o gogó novamente, desta vez para cantar “Happy Birthday” ao astro.



Protesto

Quem acompanhou o show da banda de perto não deixou de mostrar indignação acerca da crise política que assola o Brasil há algum tempo e tomou grandes proporções nos últimos dias.

Coincidência ou não, boa parte do público que foi ao estádio estava usando camisetas pretas, reforçando o clima de protestos contra o atual governo de Dilma Rousseff e do Partido dos Trabalhadores (PT).

Minutos antes de os músicos subirem no palco – e pouco antes do bis – a arquibancada iniciou um coro de “Ei, Dilma…” e “Fora PT”.

Setlist:

1 – “Animals”

2 – “One More Night”

3 – “Stereo Hearts”

4 – “Harder to Breathe”

5 – “Lucky Strike”

6 – “Wake Up Call”

7 – “Love Somebody”

8 – “Maps”

9 – “This Love”

10 – “Sunday Morning”

11 – “Payphone”

12 – “Daylight”

13 – “Lost Stars”

14 – “She Will Be Loved”

15 – “Moves Like Jagger”

16 – “Sugar”