Netinho critica pedidos de orações após atentado na França


  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Divulgação/TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © Instagram
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Facebook
  • © Divulgação
  • © Divulgação


Nesta sexta-feira (15), Netinho criou polêmica ao criticar os pedidos de orações em nome das vítimas de um ataque terrorista ocorrido na noite anterior em Nice, na França. Em um extenso texto escrito no Facebook, o cantor foi enfático ao dizer que nem tudo pode ser resolvido apenas com a fé.

VOCÊ VIU? Netinho volta a fazer exercícios em casa e comemora: “Já, já eu chego lá!”

“Aconteceu no ‘Bataclan’, logo depois veio ‘Mariana’ [MG]. Rapidamente, as redes sociais encheram-se de palavras bonitas e religiosas, de figuras carregadas de emoção e de vídeos falando de Deus. Não adianta preces para a resolução de problemas gerados pelo ser humano sem alguma ação do próprio ser humano. Nenhum deus resolve problemas que os próprios homens causam”, disparou.

Em outro trecho o famoso reiterou que nada foi feito para evitar novos casos e culpou a visão superficial sobre o assunto, que seria mais político do que, de fato, religioso. “É mais fácil, mais cômodo, mais confortável: Rezo, e assim faço a minha parte, me alivio e apago a minha culpa. Quando é que o ser humano terá a clareza para entender que o único culpado é a política? Até quando a única solução visível para todos será a prece, será Deus? Será que Deus (qualquer que seja ele) merece ser responsabilizado por problemas criados por nós, seres humanos? Enquanto todos se preocupam apenas em rezar, os responsáveis por essas catástrofes seguem livres, impunes e à vontade para seguir fazendo mais e mais do mesmo.”

Já se antecipando às críticas, o baiano faz questão de dizer que o desabafo tratava-se apenas de sua opinião, sem influência de doutrina religiosa: “Não sigo qualquer religião. Não frequento qualquer tipo de templo. Sou um homem de bem. Pratico o amor, a alegria, a gratidão e a positividade. Acredito no que entendo ser Deus. O meu Deus, portanto”, finalizou.



Close sidebar