“New York Times” sobre Anitta: “Tem um quê de Beyoncé”


  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter
  • © Twitter


Parece que o jogo virou para Anitta. Alvo de críticas antes da abertura da Olimpíada do Rio, a funkeira tem sido bastante elogiada por sua performance na cerimônia realizada, na última sexta-feira (5), no Maracanã. Principal jornal dos Estados Unidos, o “The New York Times” comparou a brasileira com ninguém menos que Beyoncé.





VOCÊ VIU? Oi? Cachê de Anitta na Olímpiada foi de R$ 1

“Anitta, uma artista que mistura samba, funk e pop mundial com ‘um quê’ de artistas como Beyoncé, dançou junto com eles”, diz o artigo publicado na edição deste sábado (6) do periódico.

O jornal exalta ainda a mistura de gêneros musicais que marcou a festa dirigida pelo cineasta Fernando Meirelles: “Várias apresentações musicais deslumbrantes marcaram a extravagância, com uma nova geração de artistas como MC Soffia, um rapper de 12 anos da periferia, e juntaram gigantes da música brasileira, como Caetano Veloso e Gilberto Gil”.

Nas redes sociais, Anitta comemorou sua participação no projeto e afirmou ter vivido o maior momento de sua vida. “Nada que eu diga vai conseguir expressar meu sentimento essa noite. Fazer parte dessa página histórica do nosso Brasil foi a maior honra que um dia pude receber. Um filme passou na minha cabeça antes de subir ao palco. 23 anos… por quantas histórias difíceis passei até chegar neste ápice da alegria”, escreveu,



A gata aproveitou para agradecer a oportunidade de fazer um dueto de uma música de Ary Barroso ao lado de Caetano Veloso e Gilberto Gil: “Estar ao lado de vocês pra mim significou uma mensagem muito grande para a nossa cultura. Meu respeito e admiração são tão imensos que mal consigo falar perto de vocês. Apenas observar o quão genuínos vocês são. Obrigada pelo convite para me ter ao lado de vocês neste momento”.








Close sidebar