Pepê e Neném são acusadas de dar calote de R$ 250 em taxista


© AgNews


Depois de quase serem despejadas do apartamento em que moravam em 2013, Pepê e Neném estão com novos problemas financeiros. Agora, as irmãs foram acusadas de dar um calote de R$ 250 no taxista Renato Souza no dia 30 de abril.





VOCÊ VIU? Marcelo Serrado é processado por designer de interiores após não pagar serviço prestado

O profissional relatou que levou a dupla do Terminal Rodoviário Tietê, em São Paulo, ao Aeroporto Internacional Viracopos, em Campinas, mas nunca recebeu o valor da corrida. A dupla prometeu quitar o débito no dia seguinte, depois de receberem o cachê de um show em Vitória, no Espírito Santo.

“Levei na boa vontade e tomei o calote. Marcando no meu taxímetro de R$256,00, mas eu pedi para elas depositarem só R$250,00. Isso porque eu não cobrei a taxa de deslocamento de cidade, que era de R$50,00. Não quero prejudicar ninguém, só acho que o combinado não sai caro. Ninguém queria levar elas sem receber na hora, e eu na boa vontade, confiei. Agora estou em busca do meu dinheiro”, disse ao “Ego”.

O motorista chegou a reclamar nas redes sociais para receber o dinheiro. “Anotei minha conta para elas, passei o valor, dei meus cartões com todos os meus telefones, só não peguei o delas. Tentei entrar em contato procurando pela internet. Entrei no Instagram delas. Achei o telefone de uma ex-assessora, mas até agora nada. Estou esperando, dez dias já se passaram.”



Neném assumiu a dívida, mas não gostou de ter seu nome envolvido na polêmica. “Ele está morrendo de fome? Não pode esperar até amanhã? Onde já se viu o meu nome ir parar no jornal por conta de R$250,00! Isso é procurar assunto onde não tem”, disparou.



“Eu já avisei a ele que vou pagar e vai ser amanhã, nesta terça-feira [10]. Ainda estou no Espírito Santo e recebi o cachê de shows em cheque, não caiu na minha conta, por isso não paguei. Mas a Pepê acabou de ligar para ele e já está tudo resolvido, ele receberá amanhã sem falta, já conversamos com ele agora”, garantiu.