Robert Plant e Jimmy Page enfrentam audiência por suposto plágio em “Stairway to Heaven”


© Divulgação


Robert Plant e Jimmy Page vão precisar encarar o júri nos Estados Unidos por um suposto plágio no início do hit clássico do Led Zeppelin, “Stairway to Heaven” (1971). Gary Klausner, juiz do caso, aceitou o argumento de que a introdução da canção se parece com “Taurus”, música instrumental do grupo Spirit, e o julgamento está agendado para o dia 10 de maio.





Veja também:

Goiânia recebe a primeira edição do festival Tomada Rock este mês

A ação é movida por Michael Skidmore, que administra os bens de Randy Wolfe, guitarrista da banda e responsável pela composição de “Taurus”. O autor da ação acredita que Page tenha se inspirado neste trabalho quando compôs um dos maiores sucessos do rock, já que os grupos fizeram uma turnê juntos no fim da década de 1960.

A defesa do Led Zeppelin afirma que Randy foi um compositor contratado e sem direitos de autor. Afirmou ainda que a progressão de acordes é clichê e que não deveria ser protegida por direitos autorais. Mas Gary levou o caso adiante por acreditar que o júri pode encontrar semelhanças nos primeiros dois minutos de “Starway’.



O juiz decidiu que Skidmore só poderá receber 50% da indenização, caso ganhe o processo, e citou que Randy Wolfe tinha um contrato assinado em 1967. Documentos indicam que o ex-guitarrista do Spirit chegou a levantar essa questão das duas músicas em uma entrevista em 1997, pouco tempo antes de falecer.



Compare o início de “Taurus” e “Stairway to Heaven”: