Roberto Medina lamenta ausência de AC/DC no Rock in Rio 2015: “Não deu”


© Marcio Cassol/ Famosidades


Dono do Rock in Rio, Roberto Medina tenta há quase cinco anos trazer a turma do AC/DC de volta ao festival. Questionado pelo Famosidades sobre quem gostaria de ver tocando no Palco Mundo na edição 2015 do evento, o empresário não titubeou: “Sem dúvidas, o AC/DC. Queria muito eles aqui de novo. Eles tocaram na primeira edição. Mas não deu”.

Em abril deste ano, o guitarrista Malcom Young anunciou sua saída do AC/DC por problemas de saúde.

Celebrando os 30 anos de sua maior criação, o veterano afirma que o evento só melhorou com o tempo. “Só perdemos em espaço. Tive que abrir mão daquele público da primeira edição em prol de melhorias. No final, acho que todos saímos ganhando”, ponderou.

O sucesso do projeto é tão grande que duas próximas edições já estão confirmadas no Rio de Janeiro: em 2017 e 2019. “Já está tudo assinado”, garantiu.

Após conseguir levar o festival até mesmo para os Estados Unidos, neste ano, Medina espera conseguir realizar uma edição do Rock in Rio na Argentina. O empresário já tem o projeto todo pronto e está apenas esperando as coisas “melhorarem” por lá. “Vai depender da eleição. Se entrar outro presidente, ficará mais viável”, afirmou.



Close sidebar