© Divulgação

Robin Thicke perde guarda do filho após supostas agressões

Em meio a acusações de agredir o filho, Julian, de 6 anos, Robin Thicke perdeu temporariamente a guarda do herdeiro. Um juiz dos Estados Unidos ainda emitiu uma ordem de restrição para que o músico não se aproxime do menino e de sua ex-esposa, Paula Patton.

VOCÊ VIU? Robin Thicke é acusado de agredir filho de 6 anos

A investigação segue na Justiça e o ex-casal briga pela guarda integral do garoto, segundo o site “TMZ”. No entanto, o cantor teve o pedido negado e a custódia de Julian foi dada a sua mãe.

Recentemente, o menino disse à Paula e a pessoas do colégio onde estuda que o pai “lhe dá socos frequentemente”. Sua ex-esposa ainda alegou que sofreu abusos físicos e psicológicos do ex-marido na época em que eram casados.

Robin e Paula ficaram juntos de 2005 a 2015. Em 2013, o famoso foi acusado de dar um soco e derrubar a companheira no chão durante o Festival de Cinema de Cannes, na França.





Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE