Rolling Stones abrem turnê sul-americana no Chile com novidades


  • © Divulgação
  • © Reuters
  • © Reuters
  • © Reuters
  • © AFP
  • © AFP
  • © AFP
  • © AFP


O pontapé inicial da turnê sul-americana dos Rolling Stones foi dado na noite de quarta-feira (3), em Santiago, no Chile. A banda inglesa retornou aos palcos após um hiato de sete meses desde a última apresentação, em 2015. E voltou ao país andino 21 anos depois: em 1995 o grupo promoveu o álbum “Voodoo Lounge”.





Foram 2h10 de muito rock n’roll. Cerca de 55 mil pessoas viram mais uma grande apresentação de Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts. A turnê “Olé” terá ainda três shows em Buenos Aires (Argentina), um em Montevidéu (Uruguai), quatro no Brasil (Rio de Janeiro, sendo duas apresentações em São Paulo e Porto Alegre), uma em Lima (Peru), um em Bogotá (Colômbia), encerrando-se na Cidade do México, no meio de março.

“Start Me Up”, do álbum “Tatto You” (1981), abriu a apresentação dos ingleses no Chile. Os grandes sucessos da história dos Stones, como “Gimme Shelter” (“Let It Bleed”, 1969), “Sympathy For The Devil” (“Beggars Banquet”, 1968), “Jumpin’ Jack Flash” (1968) e “(I Can’t Get No) Satisfaction” (“Out Of Our Heads”, 1965), foram executados para delírio dos chilenos.

A única grande novidade do set list foi “She’s a Rainbow”. A canção do álbum “Their Satanic Majesties Request”, de 1967, foi escolhida pelos fãs antes do show em votação on line. A banda não executava a música ao vivo desde 1998.



Outra novidade foi a estreia de Sasha Allen como backing vocal. Lisa Fischer, que acompanha os Stones desde 1989, está em turnê solo pelos Estados Unidos.



Keith Richards, sempre uma atração à parte nos shows, cantou duas músicas: “You Got The Silver” (“Let It Bleed”, 1969) e “Happy” (“Exile On Main St.”, 1972).

Veja abaixo galeria de fotos com a apresentação dos Rolling Stones no Chile.