Sergio Mendes exibe música brasileira tipo exportação com ajuda de Carlinhos Brown




Radicado há 50 anos nos Estados Unidos, desde o auge da bossa nova, Sérgio Mendes se especializou na música brasileira tipo exportação. Neste sábado (26) o veterano contou com a parceria de Carlinhos Brown para desfilar no Palco Sunset do Rock in Rio uma série de clássicos nacionais, mas com aquela roupagem internacional que faz sucesso fora do País.

Para isso, Mendes contou com uma numerosa banda em palco, com direito a um trio de cantoras de apoio e até de um rapper americano – uma verdadeira big band. E logo no princípio o anfitrião de 74 anos anunciou ao público que o show deste sábado se trataria justamente disso, um passeio pela história da música brasileira mais conhecida.

Esta foi uma rara aparição de Mendes em palcos brasileiros. O artista de Niterói mora nos Estados Unidos desde a década de 60 e, de lá para cá, se apresentou pouco em seu país. Antes deste sábado, a última apresentação do ídolo no Rio de Janeiro havia sido nove anos atrás – e antes dela, o hiato havia sido de 28 anos.

Por sua vez, Carlinhos Brown esteve de volta ao Rock in Rio 14 anos depois da polêmica da edição de 2001, quando o cantor foi vaiado e alvejado por garrafas plásticas. Na época, o baiano foi mal escalado para uma noite que tinha Guns N’ Roses e Oasis como principais atrações.

Mendes começou a apresentação com o hino “País Tropical”, de Jorge Ben Jor. Em seguida, o veterano contou com suas cantoras de apoio e seu rapper para executar duas de Tom Jobim: “Águas de Março” e “Água de Beber”. A homenagem a compositores da terra seguiu com “Berimbau”, de Baden Powell.

O show então entrou na fase de FM de músicas de elevador, com “Never Gonna Let You Go” e “Goin’ Out of My Head”. Depois apareceu “The Look of Love”, clássico de Burt Bacharach.

Era então uma boa hora para convocar Brown ao palco para dar uma agitada no repertório. De cara, o convidado trouxe “Indiado” e uns batuques a mais na sonoridade. Mais adiante, a dupla executou “Mas Que Nada”, música de Ben Jor que fez Mendes conhecido internacionalmente – uma execução obrigatória nas andanças do brasileiro pelo mundo.

A parceria de Mendes e Brown não é nova. Em 2012, os brasileiros concorreram ao Oscar de melhor música, com “Real in Rio”, tema do filme de animação “Rio”, do diretor Carlos Saldanha. No entanto, na oportunidade não levaram a estatueta em Los Angeles.



Close sidebar