Setentão sedutor, Rod Stewart comanda festa com beldades e futebol


© Márcio Cassol/ Famosidades


O setentão Rod Stewart revisitou as lembranças dos primórdios do Rock in Rio na madrugada desta segunda-feira (21), no encerramento do terceiro dia do festival. Atração da primeira edição em 1985, o veterano escocês encerrou a noite romântica, que também contou com Elton John e Seal no Palco Mundo.





Se a famosa voz rouca já não é mais tão potente quanto era há três décadas, o cantor escocês pelo menos preserva a capacidade de sedução em cima do palco. Em sua quinta passagem pelo Brasil, o ídolo apresentou uma boa coletânea de toda sua carreira, desde sucessos dos anos 70, sempre com o esforço de encantar a audiência.



O veterano de 70 anos vinha de apresentações em Curitiba e São Paulo durante a semana, mas mostrou que guardou a disposição para o maior show da turnê brasileira neste domingo.

Com muitas integrantes mulheres no palco, entre banda e vocalistas de apoio (todas belas, aliás), Rod deixou claro para o público no Rio em suas primeiras palavras: “Nós estamos tendo uma festa”. E foi assim que o veterano abriu sua apresentação, com “Having a Party”.

O público começou a cantar junto já a partir da segunda música, com “It’s A Heartache”. Depois, o escocês botou para fora o lado sedutor ao percorrer todo o palco para a performance de “Tonight’s the Night”, sucesso dos anos 70.

O clima de karaokê coletivo continuou com o cover de “Have You Ever Seen the Rain?”, clássico da banda americana Creedence Clearwater Revival, quando Stewart deixou boa parte dos refrões para a galera cantar sozinha.

Mais adiante, o ex-vocalista do Faces cantou “Forever Young”, com letra que pode ser auto referente para quem ainda esbanja juventude. No meio da música, Rod e as meninas do seu palco saíram de cena para trocar de figurino: do branco foram ao dourado.

Já na fase acústica do show, destaque para “I Don’t Want To Talk About It”, que novamente contou com uma forcinha dos fãs no refrão. De volta à sonoridade elétrica, o público recebeu quase como um gol o início do hit “Baby Jane”.

Por falar em gol, além das mulheres, outra paixão conhecida de Stewart também esteve presente no palco. O escudo do Celtic, seu time de coração no futebol, aparecia estampado no bumbo da bateria. Já no público, alguns fãs mais dedicados exibiam a bandeira da equipe para agradar o astro.

Rod ganhou um breve descanso fora do palco quando suas backing vocals seguraram o show com “I’m Every Woman”. O escocês voltou, desta vez todo de preto, e mandou ver na indispensável “You’re in My Heart”. De quebra, para mostrar o que está em seu coração, Stewart carregou uma bandeira verde de seu time de futebol, enquanto alguns gols do Celtic eram exibidos no telão.

O veterano não deixou a bola cair ao emendar com “Maggie May”. E em seguida, o escocês chutou uma série de bolas de futebol, de verdade, para o público diante do palco – todas com o seu autógrafo.

“Stay With Me” restabeleceu o clima inicial de festa junto ao público. Depois, de chapéu, Rod mandou “Da Ya Think I’m Sexy?”, outro de seus clássicos. A galera do Palco Mundo queria mais, mas o adeus do escocês acabou chegando na madrugada de segunda-feira com “Sailing”, uma escolha adequada para se despedir.