Sinead O’Connor publica carta de despedida na web e avisa que teve overdose


© Divulgação


Neste domingo (29), Sinead O’Connor publicou em sua conta no Facebook uma carta em tom de despedida para a família. No post, a cantora disse que não está em casa, insinuou que não estaria mais viva quando lessem a mensagem e responsabilizou a família pelo suposto suicídio. A artista, de 48 anos de idade, ainda fez referência a uma recente cirurgia de retirada do útero e ovários e alega que desde então vem sendo tratada de forma cruel por seus familiares.

“É simplesmente demais para qualquer mulher suportar. O que foi feito para mim esta semana foi uma crueldade terrível. Pelo meu marido, minha família, meu filho, Jake […] pela namorada do meu filho, seus amigos […] Depois de tudo que tenho suportado, fui forçada por passar por isso sozinha. E punida por ter que passar isso desde que fiz a cirurgia no dia 26 de agosto”, iniciou.

Sinead ainda afirmou que o filho precisa de apoio psicológico, mas o pai não a deixa vê-lo:

“Essa semana me quebrou. A retirados dos meus bebês sem qualquer razão sólida por seus pais […] e o resto da minha família, é um conjunto terrível de traições. E isso tem acontecido desde que fiz minha cirurgia. As duas últimas noites acabaram comigo. Eu tive uma overdose. Não existe outra forma de ganhar o respeito. Eu não estou em casa. Estou em um hotel, em algum lugar da Irlanda, com outro nome”, avisou.

Ela também tentou explicar o motivo do desabafo na web: “Se eu não estivesse postando isso, meus filhos e minha família nunca iria descobrir. Estava morta, já que ninguém se importa comigo. Porque, aparentemente, eu sou um lixo e mereço ser abandonada e tratada como mer**, justo no momento que tiraram meu útero e ovário e minhas crianças estão doentes. Eu sou uma mãe e pessoa tão terrível que estou sozinha. Rolando em lágrimas há semanas. E eles me disseram para eu me f****. Eu sou invisível. Eu não sirvo para nada”.

Sinead encerrou a carta se despedindo da família.

“Eu morri milhões de vezes pela dor disso tudo. Mas minha família não me dá o valor. Eles não saberiam que eu estava morta por semanas se eu não estivesse os avisando agora. Bom trabalho, pessoal. Vocês finalmente se livraram de mim. Desculpe se a ficha não caiu mais cedo. Eu sou uma idiota. Quando vocês me tiraram meus bebês vocês planejavam que eu perderia minha cabeça? Foi a tacada final? Como vocês vão explicar que eu morri? Contem a verdade”, finalizou.

Apesar do desabafo, a cantora teria sido encontrada em um hotel em Dublin, na Irlanda, sua terra natal, e está sendo tratada por médicos, segundo o site “TMZ”.

Sinead tem quatro filhos: Jake, Roisin, Shane e Yeshua – de 28, 19, 11 e 8 anos, respectivamente.



Close sidebar