“Amor”: Lurdes deixa Thelma furiosa ao defender Vitória


© TV Globo


Thelma (Adriana Esteves) está certa de que tem o dedo de Vitória Amorim (Taís Araujo) nos ratos que foram parar no seu restaurante. Afinal, ela é advogada de Álvaro (Irandhir Santos), empresário que insiste em comprar o estabelecimento. Em “Amor de Mãe”, Thelma vai até o prédio de Vitória após a vigilância sanitária fechar o seu restaurante.





VOCÊ VIU? Moacyr Franco volta à TV Globo na série “Segunda Chamada” 

Número de seguidores do filho de Gugu Liberato dobra na web 

Por Sandro, Lurdes comete novo crime em “Amor de Mãe” 

Cid Moreira zoa Glória Maria e ela rebate: “Velha é a mãe” 

Vitória garante que não sabe de nada, mas Thelma joga toda a sua fúria para cima da ricaça. Lurdes (Regina Casé) chega bem na hora e flagra a cena. A advogada fica surpresa e pergunta se a babá conhece a dona do restaurante.

“A gente se conhece sim, Dona Vitória. A Thelma é minha amiga”, responde Lurdes.

“Não me diga que você é babá do filho dessa mau caráter!”, exclama a mãe de Danilo.



Lurdes garante que a advogada não é mau caráter e pede para as duas pararem de brigar:



“Calma, vocês duas! Thelma, você não vai resolver assim nada no grito. Você nem pode ficar nervosa…”

Thelma não se acalma e diz a Vitória que não vai abrir mão do restaurante para Álvaro. Lurdes vai trabalhar na casa da advogada, mas depois dá uma passadinha na casa da amiga. A dona do restaurante acusa a babá de estar trabalhando na casa da mulher que está ajudando a destruir o seu estabelecimento.

A nordestina tenta provar que Vitória é uma pessoa boa e que ela pode estar certa:

“Eu sou sua amiga, tenho que te falar… Dona Vitória me disse que a melhor coisa que você faz é vender o restaurante porque….”

“Ah, não!! Se você veio aqui dizer que eu devo entregar a história da minha família na mão desses bandidos… É melhor ir embora e a gente não se falar nunca mais! Nossa amizade acaba aqui!”, corta Thelma.

Lurdes pede desculpas e promete não tocar no assunto, mas antes, diz o que pensa sobre a reação de Thelma:

“Mas… Eu não acredito em amizade assim não! Pra mim, amigo escuta, fica chateado, conversa e se resolve. Isso que é amizade! Mas se pra você é diferente, é melhor eu ir embora mesmo”.