Por Sandro, Lurdes se enfurece com Érica em “Amor de Mãe”


© Divulgação/TV Globo


Lurdes (Regina Casé) está tendo alguns problemas com os filhos desde que Sandro/Domênico (Humberto Carrão) apareceu. A matriarca está escondendo tudo o que tem feito pelo rapaz, que está preso, e está deixando Ryan (Thiago Martins), Érica (Nanda Costa), Magno (Juliano Cazarré) e Camila (Jéssica Ellen) bastante preocupados.





VOCÊ VIU? Acusação de racismo: Famosos se manifestam contra Silvio Santos

Familiares de Gugu querem criar campanha para doação de órgãos

Izabella Camargo diz ter sido vetada por apresentador da Globo

Caçulinha revela como ficou relação com Faustão após deixar “Domingão”

Mas agora, depois de fazer todas as ‘encomendas’ necessárias para tirar o filho da prisão, ela dá a boa notícia à família: “Eu falei com o advogado e ele disse que o Sandro pode sair em poucos meses da cadeia!”, diz ela, feliz da vida.

Magno comemora a notícia da mãe, que está nas nuvens.

Mas Érica olha apreensiva para Camila. “Como assim? Ele vai morar com a gente?”, reage, preocupada.



Lurdes não gosta do papo e diz logo que não deixaria nunca um filho na rua.



“Não, mãe… Mas a gente poderia dar todo suporte, sem trazer ele direto pra dentro de casa”, a filha continua.

Magno e Camila tentam ajudar Érica nos argumentos, mas Lurdes vai se irritando cada vez mais.

“Eu não estou acreditando! Achei que vocês iam comemorar a notícia de que o irmão de vocês vai sair da cadeia. Que decepção, sinceramente.”

Mas Érica peita a mãe. “A gente só quer ter certeza de que ele é mesmo o nosso irmão. Por enquanto, tudo que a gente tem é a declaração de uma bandida, traficante de criança, que disse que ele é o Domênico. Mas e se ela tiver mentindo?”, cogita.

E continua: “Qual o problema de fazer um exame de DNA?”.

O papo rapidamente se transforma em confusão e Lurdes dá uma bronca na cabeleireira.

“Eu estou dizendo que ele é meu filho! Acabou a discussão! E quando o meu filho sair da cadeia, vai morar na minha casa, do meu lado. Não quero mais ouvir a senhorita dar um pio sobre exame nenhum. Estou sendo clara, Érica?! Essa casa é minha e aqui mando eu!”, encerra.