Lola se apavora com pedido de Clotilde em “Éramos Seis”


© Divulgação/TV Globo


Se mesmo com o trabalho de Júlio (Antonio Calloni) a família Lemos passava um aperto danado para pagar as contas, imagina agora que o patriarca se foi. Passado o primeiro susto causado pela morte do marido, Lola (Gloria Pires) tem se mostrado cada vez mais preocupada com sua situação financeira.





VOCÊ VIU? “Encontro com Fátima Bernardes” dispensa Lair Rennó

Mion chora e tem apoio de Xuxa após ganhar presente de Gugu

Elenco do “Zorra” pode sofrer cortes em 2020

Após acusação, Luiz Bacci é obrigado a pagar R$ 30 mil a homem

A veterana tem contado com o apoio de Clotilde (Simone Spoladore) para suportar esse momento, e é justamente sua irmã quem vai ter uma ideia dura para lidar com o momento de crise: demitir Durvalina (Virgínia Rosa), que trabalha na casa há anos e é uma verdadeira aliada, companheira e amiga de todos.

A princípio, Lola refuta a ideia com veemência: “Eu não posso fazer isso, Clotilde! Ela é como se fosse da família, é minha companheira da vida toda!”.

“Mas recebe salário. Quem é que vai pagar? Você precisa começar a pensar em fazer ajustes”, argumenta a irmã.



A viúva afirma que Durvalina precisa do emprego porque sua mãe está doente, e que nem mesmo seus filhos aceitariam essa ideia, já que eles foram praticamente criados pela empregada.



A irmã de Olga (Maria Eduarda de Carvalho), no entanto, continua alertando Lola: “Estamos no limite. E se você não puder pagar? Vai começar a dever ordenado…”.

Apesar de não ter demonstrado ficar convencida com a ideia, Lola começa a refletir que, no fundo, demitir Durvalina possa ser uma maneira de poupar dinheiro.