Branca Messina revela marido polígamo em “Gênesis”


© Edu Moraes/Record TV


Forte e confiante, a personagem Amat, vivida por Branca Messina, será uma mulher que vai enfrentar desafios na união com o destemido Terá (Ângelo Paes Leme) na nova superprodução da Record TV, “Gênesis”.





VOCÊ VIU? Liam Payne vende mansão mal-assombrada em Santa Mônica

Dwayne Jonhson anuncia fazenda por R$ 39,8 mi na Georgia

Ashley Tisdale anuncia mansão por R$ 31 milhões em LA

Netflix divulga estreia e teaser do documentário “Pelé”

Estreante em novelas, a atriz falou sobre a personalidade de Amat e não poupou elogios ao senso de coletividade da personagem. “Amat é uma mulher banhada na confiança, que transborda empatia e não desiste de doar o melhor de si, mesmo diante das dores mais profundas, além de cuidar de tudo e de todos que estão ao seu redor, não num lugar submisso, mas na certeza de que são uma rede”, destacou Branca.

Apaixonada por Terá, um homem ambicioso e polígamo, a personagem vai encarar desafios para conviver com outras mulheres. “Após o luto e a dor de ver o marido em outras relações, ela entende que as mulheres não são responsáveis pela escolha de Terá e decide ter um olhar empático sobre elas”, ressaltou Branca.

Branca contou ainda que o casal vai gerar Abrão e que o filho vai ter os ensinamentos importantes da mãe como inspiração para a vida. “O exemplo é a melhor forma de ensinar, e Amat é a personificação da fé. Com isso, o filho vai herdar a devoção dela e propagar para o mundo”, disse a atriz.