“Novo Mundo”: Leo Jaime comemora a volta de Dom João VI


© Divulgação/TV Globo


A novela “Novo mundo” está de volta às telinhas da TV Globo, em versão compacta por causa das mudanças na emissora em razão do coronavírus. A trama mostra a viagem de Leopoldina (Letícia Colin) ao Brasil para encontrar Dom Pedro I (Caio Castro). Esta semana, a jovem chega ao Rio de Janeiro e conhece a família real, composta pelo rei Dom João VI (Leo Jaime), a rainha Carlota Joaquina (Débora Olivieri) e seus filhos. Leo, que já tinha interpretado o monarca português em um musical, comemorou a reprise especial do folhetim.





VOCÊ VIU? Paloma Duarte faz revelações sobre relação com Bruno Ferrari

Globo confirma permanência de Fernanda Lima na emissora

Rock in Rio Lisboa é adiado para junho de 2021

Claudia Raia sobre convite para a Globo: “Não levei a sério”

“Eu achei muito bom “Novo mundo” ser exibida agora, porque a próxima novela, “’Nos tempos do imperador”’, será como uma continuação. Acho bacana ter sido feita essa obra, que conta um momento delicado da história do Brasil. O país precisa conhecer melhor a sua origem, para saber como as coisas foram ficando do jeito que estão hoje. Ter sido convidado para ser um personagem histórico foi importante. Eu sabia que a geração nova, quando pensasse em Dom João VI, iria se lembrar de mim”, afirmou.

Leo revelou que aprendeu que o rei era muito inteligente e discreto, ainda que parecesse tolo ou sem pulso. “Ele foi um grande amante do Brasil. Uma vez, um amigo me disse que Dom João VI foi o primeiro imperador a visitar uma colônia. Ele não só visitou como trouxe o império para cá. Quis viver aqui”, ressaltou.

Leo revelou que as cenas que mais gosta são as que Dom João aconselha o filho Pedro, porque isso foge dos clichês mostrados dos dois personagens. “O pai passa para o filho as dificuldades de ser um rei, um imperador, uma figura cujas escolhas pessoais resultam em acontecimentos que importam na vida de uma nação. Mostra uma subversão dessa imagem caricatural que existe em cima de personagens históricos e uma relação de afeto, de família”, destacou o ator.