“O Tempo Não Para”: Samuca é processado pela própria empresa


© TV Globo


É um eita atrás de eita na vida de Samuca (Nicolas Prattes) desde que Livaldo (Nelson Freitas) resolveu processá-lo por furtar a patente do adubo Vitae que deu origem a sua vida nos negócios.





Como se não bastasse ter que decretar recuperação judicial da empresa, ele recebe uma intimação, acusado de ser o responsável pela ruína da SamVita. Sempre compreensiva, Marocas (Juliana Paiva) lamenta a injustiça que ele vem sofrendo.

Marocas e Samuca são surpreendidos ainda pela manhã com uma intimação que chega à casa dos Sabino Machado. O empresário agora está sendo acusado pela SamVita de ser o responsável pela crise que o empreendimento vem enfrentando.

“Por essa eu não esperava. Estou sendo acusado de ser o motivo da ruína da Samvita. Por causa do imbróglio com a patente do adubo Vitae”, diz ele surpreso.



Samuca se questiona se Vanda (Lucy Ramos) sabe da acusação e Marocas diz que provavelmente ela não deve ter conhecimento e que Mariacarla (Regiane Alves) deve ser a responsável.



“Ela é a advogada da empresa. Claro que ela não deve ter concordado com esse processo. Ela talvez nem saiba. Certamente é mais uma decisão arbitrária da Mariacarla”, argumenta Marocas.

E rapaz diz, decidido: “Eu vou atrás da Vanda. Não posso ficar de braços cruzados enquanto a empresa que eu criei, que eu vi crescer, se volta contra mim”.

“Isso é tão injusto”, lamenta Marocas.