“Tempo”: Lúcio dá de cara com mobilização a favor da SamVita e sente o golpe


© TV Globo


Lúcio (João Baldasserini) fez tudo que podia para acabar com a SamVita e com Samuca (Nicolas Prattes) e Marocas (Juliana Paiva), quem culpa pela morte do seu irmão, Emílio. E ele conseguiu. A empresa abriu falência e, agora, todos sofrem com o fechamento do local. Para pior ainda mais a situação, Lúcio tem o objetivo de implodir o prédio onde funciona o negócio. Um plano arquitetado minuciosamente, que parece estar dando muito certo.





VOCÊ VIU? Chega ao fim casamento de príncipe Charles e Camilla Parker, diz revista

Príncipe Harry cogitou renunciar ao título real, diz jornal

Alexandre Pires detona apresentadores do “Fofocalizando” 

Afastada há anos, Ana Paula Arósio voltará à TV em fevereiro

Lúcio está ao lado de Betina (Cleo) e Mariacarla (Regiane Alves) no carro, quando passam em frente a SamVita. Eles dão de cara com uma movimentação. Se trata do abraço coletivo organizado por Samuca, que reúne todos os funcionários + amigos que sofrem com o fechamento do negócio.

Ao avistar a movimentação, Lúcio faz uma cara de poucos amigos, sente o golpe, e fecha o vidro do carro. Betina faz comentário maldoso: “O povo não perde uma chance de aparecer”, ela diz.

“Mudei de ideia, não vamos parar aqui. Pode tocar em frente”, Lúcio diz para o motorista do carro.



O que ele não esperava? Que fosse ser visto por Marocas! A congelada faz um comentário com os amigos após ver o vilão passar de carro:



“Amigas e amigos. Agora que ‘eles’ já viram a força que temos juntos, teremos que mostrar que somos persistentes. Que não desistimos jamais. Que somos fortes!”, ela pede.

“Isso aí! Ninguém deixa ninguém na mão!”, Carmen reforça.