Leopoldo Pacheco ressalta a suspeita de vilão em “Salve-se”


© Divulgação/TV Globo


Com a volta das gravações de “Salve-se Quem Puder”, o ator Leopoldo Pacheco contou sobre suas expectativas para a nova fase da novela das sete, da TV Globo.





VOCÊ VIU? “Salve-se quem puder” e “Amor de mãe” voltam às gravações

Selena Gomez fala de dueto com Taylor Swift: “Queremos”

Viola Davis revela que passou fome na infância: “Vergonha”

Maria Ribeiro se recusa assinar divórcio de Caio Blat

No final da primeira fase da trama, em março, foi revelado que Hugo, personagem interpretado pelo ator, é o grande vilão da história, e deixou no ar os reais motivos que movem o misterioso empresário.

“Um cara que aparenta ser uma figura e é outra completamente diferente”, disse o artista ao Gshow.

Ele relembrou o momento em que percebeu que seu personagem poderia ser o chefe da quadrilha de Dominique, interpretada pela atriz Guilhermina Guinle. “Eu ia percebendo o Hugo um cara estranho. Aí falei: ‘bom, ele deve ser o vilão, ficou escondido por trás dessa família’. Eu gosto desses personagens que são mais patológicos. Ele é um cara maluco, que tem quase uma dupla personalidade. São personagens que deixam o ator muito curioso”, contou.



Leopoldo contou que sua ansiedade diminuiu na quarentena, período que serviu também para aflorar seu lado chef. “Consegui ter mais paciência, mais calma. No começo, fiquei ansioso demais, as coisas se misturaram muito, eu estava cheio de compromissos. Fui ‘limpando’ e consegui fazer tudo com mais calma, fiquei curtindo muito a minha casa. Eu gosto de cozinhar, andei cozinhando à beça, virei um maníaco por pão!”, brincou.



“Está sendo muito estimulante estar aqui de novo me preparando para gravar. A gente está trabalhando em um novo formato por conta da COVID-19. Tudo está sendo preparado da maneira mais segura possível para todos nós. Isso é uma coisa que deixa a gente bastante tranquilo”, ressaltou.