“Guardião” passa a ser proibida para menores de 14 anos


© TV Globo


A Justiça determinou que a TV Globo mude a classificação indicativa de “O Sétimo Guardião” – trama das 21h. Com isso, a novela deixará de ser proibida para menores de 12 anos, e passará para 14.





VOCÊ VIU? Leonardo não aprovou cachê recebido pela filha, diz jornal

Globo nega ter demitido apresentadora por engordar após gravidez

Mel B revela noite quente com colega do Spice Girls: “Apenas uma vez”

Fernando assume namoro com Maiara e entrega apelido carinhoso

Segundo o “Notícias da TV”, a reclassificação se deve ao fato de o folhetim apresentar cenas de sexo, prostituição, erotização, estupro, consumo de drogas ilícitas e preconceito.

Entre as cenas mais pesadas exibidas na história estão passagens envolvendo Marilda (Letícia Spiller) e Fabim (Marcelo Melo Jr.) e Olavo (Tony Ramos) e Lourdes (Bruna Linzmeyer). Além disso, o fetiche por calcinhas do delegado Machado (Milhem Cortaz) e as cenas no bordel também contam como erotização.

A mudança, no entanto, não alterará a exibição de “Guardião, já que não há mais vínculo entre faixa etária e horário. Além disso, a trama, protagonizada por Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa, vai ao ar depois das 21h, que antes era o horário limítrofe para produções impróprias para menores de 14 anos.