Ufa! Foo Fighters “trolla” fãs e nega separação da banda


  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades
  • © Arquivo Famosidades


Por 24 horas, os fãs do Foo Fighters ficaram apreensivos. Afinal, na noite de terça-feira, uma menagem nas redes sociaisl da banda foi postada: “Anúncio oficial da banda amanhã à noite. Fique ligado”.





A noite de quarta-feira (3) chegou e apenas um link para um vídeo no Youtube. Em cerca de sete minutos, o “mistério” foi desvendado. De maneira bem humorada, Dave Grohl, Taylor Hawkins, Pat Smear Chris Shiflett, Nate Mendel, Franz Stahl e William Goldsmith negaram, “pela milionésima vez”, o fim do Foo Fighters.

Os novos rumores de uma separação começaram a pipocar no fim de semana. Estaria existindo uma tensão entre Grohl e o baterista Taylor Hawkins, acentuada pela apresentação solo do primeiro no Oscar deste ano. O site “PageSix” chegou a divulgar que o vocalista estava decidido a partir para uma carreira solo.

No vídeo, a banda ironiza tudo de maneira bem humorada. Grohl “decide” sair da banda e é aconselhado por um produtor para tocar música eletrônica. “Só é preciso apertar um botão com um dedo”, afirma o produtor.



Do outro lado, os integrantes do Foo Fighters discutem quem poderia substituir Grohl. Diversos nomes são citados, entre eles Prince, Justin Bieber e Liam Gallagher.



Enquanto isso, Grohl ensaia seu “novo estilo musical” e canta: “I want to be free, free to be… me. Can’t you see, now it’s just me/And now, I’m free, to be me, just me. Not those other three, or four. Or how many more (Eu quero ser livre, livre para ser… eu. Você não pode ver, agora sou só eu / E agora, eu estou livre, para ser eu, só eu. Não aqueles outros três, ou quatro. Ou quantos mais)”.