Acusado de matar ex-“Esquenta”, policial irá júri popular


© TV Globo


Há mais de quatro anos na Justiça, o caso de Douglas Rafael da Silva Pereira pode ser finalizado em breve. Isso porque o policial acusado por sua morte irá à júri popular, no Rio de Janeiro.

VOCÊ VIU? Após desabafo, cantor se joga de navio e desaparece no mar

Ex e atual de Safadão protagonizam barraco em vídeo; assista

Xuxa Meneghel discute com internauta: “Estúpida, burra”

Família Camargo volta a entrar em guerra e filho critica Zilu

Segundo o colunista Ancelmo Gois, o caso será analisado na 1ª Vara Criminal da cidade carioca. Contudo, ainda não há confirmação sobre a data do julgamento.

Walter Saldanha Junior atingiu o jovem com um tiro, em 2014. Na época, ele participava de uma ação na comunidade do Pavãozinho e se envolveu em um tiroteio com bandidos da área.

Também conhecido como DG, Douglas Rafael foi dançarino do extinto programa “Esquenta”, da Globo, comandado por Regina Casé.



Close sidebar