Após confusões, destino do “Fofocalizando” é incerto


© SBT


Após todas as confusões envolvendo o “Fofocalizando”, do SBT, o destino do programa ainda é incerto. Na próxima quinta-feira (22), haverá uma reunião de Leo Dias com a diretoria da atração para definir as mudanças no vespertino.





VOCÊ VIU? Cleo exibe bumbum em lingerie cavada: “Pegando fogo”; veja!

Noiva defende Thammy Miranda: “Meu macho”

“BBB”: Patrícia sobre Gleici: “Parto a cara dela num soco”

Zezé di Camargo é ‘zoado’ após noiva postar foto do bumbum

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, o jornalista, que é o principal responsável pela apuração de notícias exclusivas, deixou o grupo no final de semana passada. O repórter se revoltou com problemas técnicos ocorridos durante uma entrevista que fazia com Gusttavo Lima.

Ao vivo, chegou a desabafar: “A culpa não é minha e pode ser meu último programa, está, gente?”.

Após o episódio, Leo se afastou e até a última segunda-feira (19) estava descansando em Fortaleza, no Ceará, sem falar com a imprensa.



Além desse problema, existem também a brigas e picuinhas entre participantes, acusações de estrelismo, queixas e exigências de igualdade salarial e lavação de roupa suja em redes sociais.



Vale ressaltar que outra queixa do colunista é o fato de ele ter o menor salário entre todos os apresentadores. Lívia Andrade, por exemplo, receberia cerca de R$ 35 mil. Leão Lobo R$ 25 mil – o mesmo que Mara, Mamma Bruschetta e Decio Piccinini. Já Leo Dias teria rendimentos mensais de R$ 15 mil.