Após críticas, Luciano Huck chama haitianos ao “Caldeirão”


  • © Divulgação
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © AgNews
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo


Na tarde deste sábado (16), Luciano Huck resolveu dar espaço a um grupo de haitianos que havia protestado contra o apresentador na última semana. A insatisfação dos rapazes aconteceu em função de um artigo escrito pelo global em que falava sobre sua experiência no Haiti, exaltando basicamente os conflitos e crises sociais.





VOCÊ VIU? Galvão Bueno dá puxão de orelha em Luciano Huck ao vivo

Sensibilizado pelo protesto, o marido de Angélica contou que o vídeo feito pelo grupo o fez refletir sobre o assunto. “As experiências que vivi por lá fora superimpactantes para mim. Não tive tempo de ver o Haiti inteiro, o que eu vi foi o que eu pude documentar”, disse, dando espaço para que os próprios nativos falassem um pouco sobre o seu país.

“Moro há 20 anos lá, o Haiti é um país rico, mas temos uma administração pobre. Temos um povo trabalhador, muitos pontos turísticos e uma história rica”, disse um deles. “O país está sofrendo com uma mídia internacional que só vende uma imagem ruim. Temos hotéis, temos praias. Se você puder um dia, mostre este tipo de imagem”, pediu outro.

Depois de um curto bate papo, o apresentador agradeceu a participação dos rapazes e ressaltou: “A intenção do meu convite ao trazer vocês aqui é de que estamos todos no mesmo barco, acho muito legítimo vocês defenderem a terra de vocês, uma imagem positiva do Haiti. Todo mundo aqui quer tentar construir um lugar melhor no mundo e fiquei feliz de poder mostrarmos este outro lado”.