Após tragédia, Fagundes grava sumiço no Rio São Francisco


  • © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Facebook
  • © TV Globo
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © TV Globo
  • © Divulgação/TV Globo
  • © TV Globo
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram
  • © Instagram


Nesta quarta-feira (21), Antônio Fagundes gravará cenas dramáticas no Rio São Francisco para os últimos capítulos de “Velho Chico” – trama das 21h da TV Globo –, menos de uma semana após a morte de Domingos Montagner no mesmo local.

VOCÊ VIU? Selma Egrei lamenta morte de Montagner: “Difícil de aceitar”

O diretor artístico Luiz Fernando Carvalho comandará a sequência em que o personagem Afrânio se atira no rio e desaparece nas águas.

As gravações serão próximas à foz do rio, no município de Penedo, em Alagoas, e irão ao ar no próximo dia 26, segundo o “Notícias da TV”.

Tudo acontecerá depois que o Saruê vir o espírito de seu filho, Martim (Lee Taylor), e se jogar no rio para busca-lo. Após Cícero (Marcos Palmeira) dar falta do coronel, encontrará apenas as roupas e a peruca do dono da mansão.

Com isso, Afrânio será dado como morto e surgirá dias depois em Salvador, totalmente repaginado, como se tivesse se purificado com as águas do rio.

Depois da tragédia da morte de Montagner, o diretor da novela optou por não alterar as cenas que estavam escritas para o final do folhetim, a não ser aquelas que exigiriam a presença do intérprete de Santo.

Vale destacar que este será o terceiro desaparecimento de personagens em “Velho Chico”. Santo foi o primeiro a sumir nas águas do Rio São Francisco.

Depois, foi o corpo de Martim. O que o público ainda não sabe, entretanto, é que o fotógrafo caiu de um penhasco após ser baleado por Carlos Eduardo – papel de Marcelo Serrado. Já o pai do jornalista será o terceiro a desaparecer.

Tragédia

Domingos Montagner morreu afogado no Rio São Francisco, onde se passa boa parte de “Velho Chico”. O corpo do ator foi encontrado preso nas pedras, a 30 metros de profundidade, na região de Canindé do São Francisco, no Sergipe.

O artista foi levado pela correnteza enquanto tomava um banho no local com Camila Pitanga, após as gravações da novela na região.



Close sidebar