Apresentador é demitido por se opor à cobertura do caso Lula


© Facebook


Na última quinta-feira (12), Rogério Forcolen foi mandado embora da TV Iguaçu – afiliada do SBT em Curitiba, Paraná. A demissão aconteceu logo após o apresentador brigar com Mauro Lissoni – diretor de Jornalismo – por causa do tom que a emissora adotou para noticiar a prisão de Lula.

VOCÊ VIU? Zezé di Camargo é ‘zoado’ após noiva postar foto do bumbum

Após acidente, Sabrina Sato aparece com perna imobilizada

“BBB”: Kaysar desabafa sobre namorada que perdeu na guerra

De maiô, Fátima Bernardes mostra bastidores de ensaio; veja!

O comandante do “Tribuna da Massa Manhã” teria discordado da forma com que o canal queria fazer a cobertura e se recusado a apresentar o bloco do programa voltado às redes sociais, no último dia 6 – véspera da condenação do ex-presidente, segundo o “Notícias da TV”.

Depois que a matéria a respeito do político foi o ar, o profissional teria se mostrado apático e contrariado.

Com o fim do noticiário, o jornalista, então, teria tido uma discussão com o chefe, o que lhe rendeu uma suspensão de 3 dias. Contudo, quando voltou, recebeu o aviso de seu desligamento.

O contrato do profissional com a empresa era de 1 ano, no entanto, apenas 4 meses foram cumpridos antes da rescisão.

Até o momento, João Gimenes segue como substituto do comunicador.

Lissoni, por sua vez, confirmou a saída de Forcolen do canal, mas negou qualquer tipo de briga. O diretor ainda alegou que a demissão aconteceu após o apresentador não concordar com o novo formato de jornal matinal que deve estrear ainda este mês na emissora.



Close sidebar